quarta-feira, 10 de maio de 2017

Reflexão

Não importa o que tu tocas
quando já não sabes o que sentes
O mundo visto com os olhos de fora
é um aquário
Cheio de coisas palpáveis que pouco
ou nada representam
Já o mundo de dentro é mar
onde a dor e todo o resto se reinventa.

Xúnior Matraga

Um comentário:

Postagem em destaque

Equilibrista

Eu não seria o mesmo cara se eu tivesse me vendido Há tantos momentos na vida que a gente se vê vencido Que eu não sei se em algum dele...