Balé infinito

Teu corpo é um balé, moça
Equilibra teu ser no limite
Flutua segura tua força delicada
   Se joga
                         Se lança
Tua forte poesia em dança
revela o teu segredo
Não há por que ter medo
O infinito é o teu lugar
Quem baila com os pés é a tua alma
Você já aprendeu a voar...

Xúnior Matraga

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Laço

Reflexão